História do Futebol
jogador de futebol
 
O futebol é o esporte mais popular do mundo. Milhões de pessoas acompanham, seja nos estádios ou pela televisão, as partidas disputadas entre equipes do mundo todo. Esse esporte é marcado por muita provocação entre torcidas em relação às goleadas, títulos e situação no campeonato. Existe também grandes rivalidades entre os times pela disputa das taças e troféus.
 
No futebol de campo, existem as partidas oficiais e não-oficiais. As primeiras são as organizadas pelas Federações de Futebol de cada país. Por exemplo, no Brasil, temos a Confederação Brasileira de Futebol – CBF. Ela é a entidade máxima desse esporte no país, responsável por organizar as partidas oficias registradas, outorgadas pela Federação Internacional de Futebol Associado – FIFA. A Federação Internacional é o órgão máximo do futebol no mundo e para que as partidas oficiais aconteçam é necessário que a entidade seja filiada a FIFA.
 
As partidas não-oficiais são as que não constam como válidas pela federação, mas que não valem título nem computam nas estatísticas. Por exemplo, uma partida entre os reservas do Fluminense contra os sub-20 do Flamengo não é considerado um jogo oficial; porém não deixa de ser uma partida. As partidas de futebol amador e as famosas "peladas" também não são oficiais pela FIFA.
 
O futebol é um dos esportes mais comentados e avaliados do mundo. Diversos programas analisam as jogadas, os erros e acertos por parte da arbitragem, bem como a atuação dos jogadores. Além disso, nos países com mais tradição do futebol há muita discussão entre os torcedores.

Enfim, o futebol, seja nos campos, nas quadras, nas ruas com golzinhos, nas portas das casas, onde quer que seja jogado, é um esporte que cria emoções em qualquer faixa etária. As pessoas cantam os hinos, gritam e pulam na hora do gol contra o time adversário, as torcidas soltam fogos, provocam, choram, se alegram, os estádios lotam.
 
Origem do Futebol
 
A origem desse esporte possui diferentes versões. Há indícios que apontam o surgimento de um esporte com características semelhantes ao futebol praticado nos países asiáticos, há aproximadamente 3000 a. C. Na China, existem registros que esse protótipo de futebol era praticado como um treino militar. Em contrapartida, no Japão existia o Kemari.
 
Na Grécia Antiga, os gregos criaram um esporte também semelhante ao futebol, chamado Epyskiros. Os soldados, na cidade de Esparta, jogavam com uma bola feita com bexiga de boi recheada com areia ou terra. Os registros afirmam que com o domínio dos romanos sobre os gregos, isso fez com que eles adotassem o esporte grego, entretanto, de cunho bem mais violento, chamado de Harpastum.
 
Relatos indicam a presença de outro jogo, com 27 jogadores, com funções distintas: corredores, atacantes, sacadores e defensores. O Soule, como era chamado, era disputado na França durante a Idade Média. O esporte tinha regras bem violentas, visto que era uma variação do Harpastum dos romanos. O novo modelo de um "suposto futebol" tinha como regras válidas os socos, pontapés, rasteiras e golpes violentos diversos. Era uma disputa que agradava a aristocracia, mas a realeza francesa gostava e o Rei Henrique II apoiava a prática.
 
Ainda na Idade Média, surgiu na cidade de Florença, na Itália, outro jogo, chamado Gioco del Calcio ou Calcio Fiorentino. Estabelecido na cidade italiana, o esporte tinha aspectos do Soule, violento como ele e contava com a participação de 27 jogadores. Era praticado em praças, onde em cada extremidade tinha dois postes paralelos e o objetivo era levar a bola até esses postes.
 
O primeiro relato de equipes italianas se enfrentando foi em 1529, quando a Itália era dominada por duas facções políticas de aristocráticos e competiram num jogo de bola violento durante horas. Uniformizados, uma equipe de verde e a outra com roupas brancas, a bola podia ser jogada com os pés ou com as mãos.
 
Giovanni di Bardi, em meados de 1580, estabeleceu regras para o referido esporte. Agora o jogo não teria limite para jogadores e seria necessária a participação de cerca de dez árbitros para controlar a partida, ou seja, a parte da violência exacerbada foi retirada quando ele era praticado nas praças. Para os italianos, o futebol recebeu o nome de calcio.

 

 

História do Futebol  -->>  Futebol no Mundo